29 abril 2016

Última crise existência do mês... Próximo mês tem mais

A internet não ta ajudando? Não. Estou pondo empecilho para escrever? Sim. Vamos aproveitar esse momento.
Estou numa crise de identidade. Um problema chamado auto estima. Isso é uma coisinha que faz grande diferença na sua vida quando está desregulada, mas você não percebe quando ela vai morrendo, porque é gradual, assim como reanima-la.

Olá, meu nome é Atriz e eu não sei quem eu sou no momento. Só sei que sou uma pessoa dramática e isso já é um começo...
É muito interessante ter coisas novas na sua vida; cadernos, roupas, pessoas, lugares, ideias. É excitante e inspirador. Com o tempo é normal que essas coisas novas percam o sentido, se você permitir. Pois manter a chama acesa é difícil e nós temos tendência a acomodação.
Um momento nos faz pensar sobre o significado dessas coisas em nossa vida. E de que maneira quer que elas permaneçam na nossa vida, daí surge a ressignificação. Ver com outros olhos, das novas interpretações, combinar, misturar, bagunçar e depois arrumar tudo. 
Como tirar as roupas do guarda roupa, joga-las no chão e ir arrumando do começo. Elas estarão expostas para você descobrir peças que não lembrava que existiam; vai separar as que precisam só de um reparo, separar as que não quer mais, dobrará umas e colocará no cabide outras, experimentará e verá que aquela peça não lhe serve mais ou que aquela peça que não servia agora está certinha no seu corpo. Depois de tudo organizado, você irá coloca-las de volta para o guarda-roupa, talvez no lugar de antes, talvez num compartimento diferente. 
Assim, o antigo dará espaço ao novo e tudo ficará lindo! Agora, vá lá arrumar seu guarda-roupa, pare de ficar fazendo listas e planejando, já tá há muito tempo fazendo isso e não resolveu nada.
PS.: Isso tudo para tentar entender porque meu amor por fotografia está definhando e perdendo o sentido pra mim. Projeto ressignificar 2016!

Moral da história: Analogias simplificam vidas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário